Estrutura organizacional

O exercício da medicina requer não só conhecimentos, mas também habilidades e atitudes que deverão ser desenvolvidas durante todas as etapas do Curso de Medicina e que poderão ser aperfeiçoados em cursos de pós-graduação, como por exemplo a Especialização médica, o Mestrado e o Doutoramento.

O curso compreenderá uma fase pré-clínica que terá também um carácter selectivo, após o qual os alunos passarão para a etapa clínica onde desenvolverão habilidades que compreendem não só destrezas clínicas e habilidades de comunicação, como também habilidade de raciocinar de forma crítica, procurar e seleccionar informação, e habilidade para desenvolver um método pessoal de estudo e de aprendizagem.

A estruturação de cada uma das fases é assente nos três domínios cognitivos, ou seja, o conhecimento (Eixo Teórico-Demonstrativo), as habilidades (Eixo Prático-Construtivista) e as atitudes (Eixo Desenvolvimento Humanístico).

Cada eixo é constituído por disciplinas, arrumadas de acordo com as competências esperadas em cada etapa do processo de formação e de maneira a facilitar a integração de conteúdos de diversas disciplinas (unidades verticais) e a interdisciplinaridade e interacção entre eixos de modo a promover o desenvolvimento de habilidades técnico-profissionais e de inserção do estudante nos serviços de saúde (unidades horizontais).